Desportos Aquáticos e Outras Atividades Emocionantes para as Férias

Water Sports

Não precisa de fazer férias no estrangeiro para “curtir” ao máximo desportos aquáticos e outras atividades radicais. Portugal é fértil em condições geográficas que lhe permitem divertir-se na água e também fora dela. Vejamos algumas opções disponíveis, por todo o país:

Nos Rios

  • O “rafting” é uma atividade radical que poucas pessoas experimentaram em Portugal. A ideia é descer o rio evitando os obstáculos e “surfando” os rápidos, sem perder o equilíbrio. O rio Minho é adequado para principiantes, enquando o Paiva e o Tâmega oferecem desafios mais exigentes.
  • O “canyoning” é uma atividade que, de acordo com a definição da Federação Portuguesa de Campismo e Montanhismo, consiste na “descida de cursos de água, geralmente no troço montante”, em áreas mais exigentes do ponto de vista geográfico e físico, também. O desporto combina técnicas de escalada e espeleologia, sendo muito procurado por turistas em busca de emoções fortes e contacto com a natureza. Em Portugal, os arquipélagos dos Açores e da Madeira e o Norte e Centro do continente (serra de Gerês, Montemuro, Alvão e Lousã, entre outras) são as zonas onde esta atividade é mais praticada.

No Mar

  • Water SportsAlugue um “jetski” e acelere sobre as ondas. O Algarve e a região de Lisboa possuem uma boa oferta de serviços de aluguer de motos de água.
  • O “parasailing” e o “kitesurfing” exigem que os praticantes gostem de emoções fortes, correr alguns riscos e também dominar o vento. Se no caso do “parasailing” o apoio do barco está sempre presente, no “kitesurfing” o atleta está totalmente entregue a si próprio – e à nortada dominante na costa litoral ocidental.
  • O “power-boat” e a “banana” são dois exemplos de atividades aquáticas que não constituem desportos, mas sim uma experiência divertida em férias, especialmente para as crianças.
  • Também para os mais pequenos, e com vista a despertar uma consciência ambiental e ecológica, é possível participar em viagens de observação dos golfinhos do rio Sado (Setúbal) e também das baleias nos Açores.