Mais 6 Desportos Aquáticos Emocionantes para este Verão

Kitesurf

Já antes fizemos uma lista de 6 desportos aquáticos para experimentar no verão. Agora, repetimos a dose e sugerimos mais 6 atividades para preencher as suas férias!

“Surfing”

O surf era um desporto radical no início, quando era algo “importado” do estrangeiro, geralmente por veraneantes portadores de uma cultura vagamente “hippie”, cuja relação com o mar parecia mais descomplexada do que a nossa. Hoje em dia, já ninguém tem medo de se afogar por não saber nadar convenientemente e muitas são as crianças e adolescentes que querem aprender a dominar as ondas sobre uma prancha. Entretanto, a costa do Oeste tornou-se uma referência internacional neste desporto.

Kitesurf“Kitesurf”

À medida que o surf se tornou um desporto dito “mainstream”, os adeptos das atividades radicais já não se podiam ficar por enfrentar ondas de 2 metros de altura. O “kitesurf” junta o “kite” (“papagaio”) ao “surf” para criar um desporto no qual o atleta usa a força do vento para dominar as ondas.

Vela

Dedique as suas férias a conhecer melhor os segredos da navegação à vela. De Norte a Sul existem escolas e clubes náuticos que lhe poderão ensinar os princípios básicos deste desporto tão relacionado com a História de Portugal. Alguns velejadores afirmam que se trata de um exercício de “mindfulness” semelhante a outros desportos aquáticos, como a pesca – mas sem interferir com a vida animal.

“Flyboard”

O “flyboard” é a sua oportunidade de se sentir um super-herói de banda desenhada. Um “jetpack”, funcionando com jatos de água e também transportado às costas, permite ao “flyboarder” voar até aos 15 metros de altura e mergulhar até aos 2,5 metros de profundidade!

Esqui aquático…. sem esquis

O esqui aquático consiste em ser rebocado a alta velocidade por um “jetski” ou um barco a motor, o que já de si é um desafio exigente. E que tal experimentar esqui aquático sem a estabilização dos esquis, somente com os pés descalços sobre a água?

“Rafting”

Junte os amigos e desça o rio Paiva a toda a velocidade num bote insuflável a remos. Não se esqueça do colete salva-vidas, não vá o barco tombar! Às vezes, parece que evitar que o bote se vire e conseguir chegar ao fim sem uma “molha” é quase um lance de sorte, como jogar no SpinPalace Online Casino e conseguir uma grande pontuação. Se é certo que a sorte desempenha o seu papel, o “rafter” necessita também da dose certa de força, agilidade e muita presença de espírito.